domingo, 28 de dezembro de 2014

Natal no México

Esse foi meu primeiro Natal no México.



Pela primeira vez entendi porque o Papai Noel usa sua roupa vermelha. Sentindo na pele.
O dia 24 amanheceu chuvoso aqui e assim seguiu até a madrugada. Chuva e frio.
Fui até Xochimilco e no caminho, muitos fogos de artifício. Que lindo! Eu adoro.
Passei o Natal com uma família mexicana e adorei todos os segundos com eles.
Gente alegre e festeira, casa adornada, árvore de Natal, presépio, luzes, música e comida deliciosa: Romeritos, salada de maçã, perna de porco, peru.
Meu pão de queijo de aperitivo e minha mousse de maracujá fizeram sucesso, mas foi só um agrado meu (porque não tem nada de natalino nisso), já que eu fui convidada e não podia chegar de mãos abanando.
Todos querendo me contar um pouco das tradições na família, das tradições de Natal no México.
No México tudo tem uma história linda pra ser contada. E tudo me parece mais encantado quando escuto essas histórias de pessoas católicas que mostram o amor e carinho pelo menino Jesus.

Parêntesis: Eu não sou católica praticante e nem posso dizer que sou católica, mas tenho minha fé e gosto de escutar as coisas fora da Igreja. Todo o meu respeito aos católicos. Por favor, não me entendam mal.

As festas natalinas começam uns dias antes do dia 25.

Vamos lá. Um pouquinho de cada uma.

Posadas
As posadas são festas que simbolizam toda a trajetória de José e Maria saindo de Nazaré até chegar a Belém, onde vão pedindo um lugar para dormir (posar) e descansar até o nascimento de Jesus. Começam no dia 16/12 e vão até o dia 24/12.
Nessas festas as pessoas cantam músicas, há comidas típicas e também se rompem as tradicionais pinhatas. Já falei disso nesse post AQUI.

Pastorelas
As pastorelas são pequenas encenações/peças sobre o nascimento de Jesus, a peregrinação de José e Maria, os 3 reis magos, o diabo. São peças alegres, com um toque de humor e sempre com uma "moral da história". Aqui no México, muitas escolas montam com os alunos as suas pastorelas e eu, no auge do meu sucesso, encenei uma o ano passado na Posada do grupo da minha filha.
Já falei que eu me meto em um monte de peças de teatro da escola dos meus filhos??? Hahahaha. Príncipe Encantado em Shrek, Limpador de chaminé em Mary Poppins, Ursula (a polvo malvada da Pequena Sereia) e Hi-5 foram meus personagens aqui!


Aí estou. De José, verde e amarelo. Me divirto!

Nacimientos
Aqui, como em muitos outros lugares, também se montam os presépios. Todos muito lindos, grandes, pequenos, bem pequenos. Esse é o meu. Feito de cerâmica e miçangas.



Arrullar al niño Dios
A novidade pra mim, esse ano, foi o "Arrullar el niño Dios", que significa embalar o menino Jesus. Eu nunca tinha ouvido falar nisso na minha vida. Alguém faz isso no Brasil? Na minha família, nunca vi.
A meia-noite colocam uma imagem do menino Jesus em um manto, junto com doces. E ninam ao bebê para que durma, cantando canções de ninar. Também fazem orações, agradecem e fazem seus pedidos ao menino Jesus.
Depois de colocar o menino Jesus na manjedoura, me disseram para pegar um doce que estava dentro do manto, para que eu sempre tivesse fartura na minha vida.

Canção de ninar.

Imagem de Google.

Adorei meu primeiro Natal aqui. Vamos para o Ano Novo. "A ver que..." 




quinta-feira, 4 de dezembro de 2014

Entrevista para Filipe Teixeira.

Oi pessoal,

No sábado passado eu conversei com o Filipe Teixeira, brasileiro que mora em Portugal e tem o Blog O nome disso é mundo que mostra a sua experiência por vários lugares do mundo e de outros blogueiros que também acabaram caindo em terras distantes.

Podem escutar a entrevista do podcast clicando AQUI e também aproveitar para escutar as histórias de outras pessoas que andam pelo mundo afora.

Abrazotes e besos a todos.




segunda-feira, 1 de dezembro de 2014

Tacos - Da série "Comendo na rua"

Já falei que eu como na rua.

Tem zilhões de lugares pra se comer Tacos em TODO o país.



Eu gosto demais dos "Tacos La Esquina de los Sapos", fica aqui no município onde eu moro, Atizapán de Zaragoza (só pra lembrar).
E muitos vão me dizer: "Você tá MALUCA de comer em um lugar com esse nome?" Bom, muitos comem na Churrascaria Porcão, não? :)

Hoje eu fui até lá, e enquanto esperava meus tacos de cecina, pedi para tirar fotos e eles deixaram. Basta falar que eu sou brasileira que todo mundo já dá um sorriso e diz: "Por supuesto".

O lugar fica próximo ao Palacio Municipal, numa esquininha, bem simples mesmo. O lugar está sempre, sempre cheio. Tudo é feito artesanalmente, mão na massa, mão na faca, na tortilla, na gordita (Gordita que não sou eu, ok? Vejam foto mais adiante)... Além de super bem servido, barato.

Hoje comemos 5 tacos. Eu dois, Alfredo 3... 1 refrigerante pra cada e gastamos absurdos $ 110 pesos, correspondentes a R$ 20,00. R$ 20,00!!!! Pra dois comerem BEM! Eu ainda me surpreendo com os preços das coisas aqui sim.


"Gorditas" prontas para serem levadas ao óleo para fritar. As gorditas são preparadas quase como tortillas, acrescentando ainda farinha de trigo, agua, manteiga, sal, pó royal, óleo e "tantito" chile. Elas ficam mais grossas, para depois de fritas, serem recheadas com o que "se te antoje".


Gorditas no óleo. E no cantinho da foto, as que já estavam prontas para receber o recheio. Hoje tinha de cecina, suadero (é a parte tirada proxima das costelas de um bezerro grande, al pastor, longaniza y chorizo.

Só pra ilustrar onde está o corte de suadero. 

Mão na massa. Na carne e no comal (que é a chapa onde eles fazem TUDO).

Carne pra todo gosto, tortillas y uma gordita no meio (estão vendo?), pra ficar tudo quentinho.

E esse foi o meu prato. O segundo! 
De-li-cio-so!